O que é franquia de bagagem e quais as regras de viagem?

Início » Viagens e Reembolsos Corporativos » O que é franquia de bagagem e quais as regras de viagem?
4 minutos de leitura

Com as constantes mudanças e atualizações das regras da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), é importante ficar atento a algumas condições, principalmente em relação ao o que é franquia de bagagem e como ela funciona

Assim, fica mais fácil evitar estourar o orçamento com algum gasto imprevisto como com uma multa por excesso de peso, por exemplo.

Entre as mudanças que ocorreram mais recentemente, as regras de cobrança de bagagem, de alteração no nome do passageiro e as regras para os clientes que perderam o voo são as que mais geram dúvidas até hoje. 

Neste artigo, vamos focar no assunto da franquia de bagagens. Para esclarecer melhor essa questão, vamos explicar o que é franquia de bagagem despachada, como funciona e quais são as tarifas e regras praticadas pelas principais empresas. Confira!

O que é franquia de bagagem?

Para entender melhor sobre as regras de franquias de bagagens é fundamental saber o que é franquia de bagagem

O conceito é bem simples e trata-se do volume de bagagem que você pode despachar durante o check-in para ir no compartimento interno da aeronave. Ou seja, o “porta-malas” do avião.

Em alguns casos essa franquia é gratuita, em outros ela é cobrada, variando de acordo com a origem, destino e tipo de tarifa. 

Mas, em qualquer situação ela tem um limite de peso e quantidade máxima de volume.

Tudo que exceder a franquia correspondente à sua viagem é considerado excesso de bagagem e envolve cobrança de taxa para ser transportado. Mesmo que o passageiro já tenha feito um pagamento para despachar a mala.

Novas regras para bagagens despachadas

Antes, era possível levar uma mala de 23kg em viagens nacionais e dois volumes de 32kg em voos internacionais. 

Mas, desde 2017, as companhias aéreas estão autorizadas pela ANAC a fazer a cobrança de bagagem despachada. 

Ou seja, elas não são mais obrigadas a oferecer, gratuitamente, o despacho de bagagens em viagens, seja nacional ou internacional.

Isso significa que o cliente precisará pagar pelas bagagens em todas as viagens? 

Não necessariamente.

A bagagem de mão, com as suas condições específicas em cada companhia (de peso e volume), continua sendo gratuita.

Entretanto, as malas despachadas podem ser cobradas. E o valor da franquia de bagagem varia de acordo com a companhia aérea, a rota e a categoria da passagem (promocional, econômico, primeira classe, etc.).

Veja também:  Gestão de despesas corporativas: 5 dicas para modernizar

Qual a diferença de mala despachada e não despachada?

Quando falamos em mala despachada estamos nos referindo à bagagem que é entregue à companhia no ato do check-in para ser transportada no bagageiro do avião. 

É um serviço que pode ser gratuito ou pago, dependendo da tarifa e das regras da companhia.

Já a mala não despachada refere-se à bagagem de mão. 

Esse tipo de bagagem é aquela que permanece com o viajante e é levada dentro da cabine da aeronave. É gratuita, desde que respeite o peso máximo de 10kg e as dimensões estipuladas por cada empresa área.

Além dessas bagagens ainda tem o chamado item pessoal, que pode ser uma mochila ou bolsa, e pode ser levado junto com a mala de mão dentro da aeronave.

Como saber se tenho direito a bagagem despachada?

De uma maneira geral, as passagens promocionais e as de categorias mais simples são as que não incluem o despacho de bagagem. 

Porém, essa informação fica especificada quando você está pesquisando a passagem para compra. Também é reforçada durante as etapas da aquisição do bilhete, pois é oferecido a opção de compra de franquia de bagagem.

Outra forma de saber se a viagem oferece ou não a bagagem despachada é verificar no próprio bilhete de passagem. 

  • “Franquia: 0PC” indica que a tarifa não inclui bagagem despachada de forma gratuita; 
  • “Franquia: 1PC” indica que o passageiro tem o direito de despachar uma mala gratuitamente.

Vale lembrar que as regras sobre franquia de bagagem são próprias de cada companhia aérea. 

Então, caso você tenha dúvidas sobre as regras, é recomendado consultar o site da empresa que deseja viajar. 

Quais são os valores e condições das franquias de bagagens?

Em alguns casos, as companhias aéreas oferecem, gratuitamente, o despacho de uma bagagem. Entretanto, é importante ficar atento às regras de cada empresa

Veja a seguir os valores atualizados de 2020 praticados pelas principais empresas aéreas:

1. Azul Linhas Aéreas

  • Voos nacionais: a primeira bagagem despachada é gratuita para clientes com bilhetes na Tarifa Mais Azul e pode variar de R$40 a R$120 na Tarifa Azul. 

O valor da segunda bagagem varia de R$100 a R$140, da terceira a quinta de R$130 a R$220, em qualquer uma das tarifas.

  • Voos internacionais: para a América do Sul, está incluída uma mala nas duas tarifas, entretanto a Tarifa Mais Azul inclui, também, uma segunda mala despachada.

Viagens para os Estados Unidos e Europa possuem regras diferentes, que devem ser conferidas no site da empresa.

2. GOL Linhas Aéreas

  • Voos nacionais: a companhia aérea cobra as seguintes taxas: 1ª mala R$60,00, 2ª mala R$100 e da 3ª a 5ª mala R$130. 
Veja também:  Como usar aplicativo de viagem compartilhada para fins corporativos?

Entretanto, esses são valores para pagamento antecipado no ato da compra da passagem. No aeroporto, o preço da franquia passa para R$120, R$140 e R$220, respectivamente.

  • Voos internacionais: com pagamento antecipado, a 1ª mala R$60,00, 2ª mala R$115 e da 3ª a 5ª mala R$300. 

No aeroporto, os valores passam para R$120, R$230 e R$600, respectivamente.

3. LATAM Linhas Aéreas

  • Voos nacionais: com pagamento antecipado, a 1ª mala varia de R$33 (na baixa temporada) a R$110 (na alta temporada). A 2ª mala tem franquia de R$124 e da 3ª ou mais R$275. 

No aeroporto, esses valores passam para R$84 (na baixa temporada) a R$150 (na alta temporada), para a 1ª mala, R$185 para a 2ª mala e R$275 da 3ª mala em diante.

  • Voos internacionais: valor da franquia de bagagem varia de acordo com a rota.

4. TAP

Em viagens entre Brasil e Portugal os clientes TAP têm direito a levar uma bagagem de mão gratuitamente na classe econômica e duas na executiva. 

Quem viaja com tarifa básica pode despachar uma mala gratuitamente, sendo que a franquia passa para 2 ou 3 volumes nas demais classes.

Para voos intercontinentais o valor das malas extras é a partir de 60 euros.

5. Alitalia

O valor da franquia e o peso da bagagem variam conforme a categoria das tarifas:

  • Econômica: 1 bagagem de 23 kg
  • Econômica Premium: 2 bagagens de 32 kg
  • Executiva: 2 bagagens de 32 kg
  • Conforto (Roma-Milão): 2 bagagens de 23 kg
  • Em caso de bagagem extra, uma a mais custa US$ 75 e as seguintes saem por por US$ 250.

6. Lufthansa

Dependendo da categoria da passagem e da rota de viagem a empresa oferece franquia de bagagem gratuita. Veja a regra geral:

  • Econômica: 1 bagagem de 23 kg
  • Econômica Premium: 2 bagagens de 32 kg
  • Executiva: 2 bagagens de 32 kg
  • Primeira classe: 3 bagagens de 32 kg

Para quem faz viagens constantes, é muito importante ficar atento ao o que quer dizer franquia de bagagem, e saber escolher a melhor opção para a sua viagem, seja corporativa ou de lazer

  1. Levar somente a bagagem de mão; 
  2. Adquirir a franquia de bagagem no ato da compra da passagem aérea; 
  3. Contratar a franquia de bagagem no check-in.

Uma dica bem importante é não deixar para adquiri-la no momento do embarque. Isso porque as companhias aéreas costumam oferecer descontos para quem faz a compra antecipada.

Agora que você já entendeu o que é franquia de bagagem, aproveite para saber o que o viajante corporativo deve fazer em caso de extravio de bagagem.

Carolina Crumo


Apaixonada por marketing e por aprender e poder compartilhar conteúdos que engajam e informam. Sou parte do time VExpenses e ajudo a construir um mundo mais empático através de soluções financeiras.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.