Redução de gastos: como economizar de forma estratégica?

Início » Gestão e Produtividade » Redução de gastos: como economizar de forma estratégica?
5 minutos de leitura

Quando o assunto é redução de gastos, até mesmo os pequenos cortes fazem uma grande diferença no orçamento. 

Entretanto, é preciso fazer isso com cautela para não errar na escolha e prejudicar a qualidade do produto ou serviço. O objetivo deve ser sempre economizar para crescer

E, apesar de “economizar” ser a palavra de ordem para muitos empreendedores, vários esbarram na dificuldade de fazer uma gestão mais enxuta e econômica, sem comprometer a produtividade interna e a qualidade dos produtos ou serviços. 

A grande dúvida é: como cortar gastos, sem perder a qualidade do produto? 

Se esse também é o seu dilema, fique tranquilo, nós podemos te ajudar. Aqui nesse artigo você vai ver como economizar dinheiro na empresa de forma estratégica. Boa leitura!

O que é a redução de custos?

Uma política de redução de custos pode ser definida como um conjunto de ações que visam reduzir de maneira permanente, os custos e despesas de uma empresa, focando na obtenção de ganhos de eficiência e produtividade.

E por mais que você ache que não, sempre é possível gastar menos e otimizar o uso dos recursos. 

Entretanto, isso exige cautela para não provocar o efeito indesejado de perda de qualidade e receita. 

Por isso, não basta sair realizando cortes sem um plano adequado.

A redução de gastos deve ser perene, realizada após uma longa análise dos processos e um planejamento das medidas estratégicas que podem ser adotadas para diminuir os gastos.

O primeiro passo deve ser compreender profundamente a gestão de custos do negócio para saber onde é possível reduzir os gastos sem afetar a queda de produtividade ou qualidade.

Por que reduzir os custos?

O crescimento de uma empresa depende não somente da arrecadação com produtos ou serviços, mas também do custo de seus investimentos.

Por isso, quando realizada de forma eficiente, a redução de gastos abre caminho para melhorar a lucratividade e impulsionar o crescimento do negócio e a sua consolidação no mercado.

Ou seja, identificar os altos custos operacionais e avaliar o que pode ser reduzido oferece à empresa:

  • aumento da rentabilidade;
  • maior valor competitivo no mercado;
  • disponibilidade de capital.

Redução de gastos como estratégia de crescimento: O que fazer para reduzir custos?

Muitas vezes, enxugar o quadro de funcionário não é uma boa ideia para a redução de gastos. Apesar de ser uma das primeiras que vêm à cabeça do gestor.

Isso porque para adotar essa opção é importante considerar os gastos envolvidos com desligamentos e contratações. O que, no final das contas, pode acarretar mais custos do que economia.

Veja também:  Aumentar produtividade na empresa: 5 dicas básicas

Além disso, uma decisão precipitada, que não leve em consideração o ROI do custo de um funcionário, pode acabar tendo efeito contrário e acabar prejudicando a empresa. Afinal, quem determina se a empresa atua de forma satisfatória ou não no mercado, é a equipe de funcionários que a compõem.

Portanto, antes de tomar essa decisão, veja outras formas de como economizar dinheiro na empresa. Confira algumas ideias abaixo:

1. Evite horas extras desnecessárias

No final do mês, isso pode gerar um gasto alto e desnecessário para a empresa. A não ser que se trate de um trabalho de máxima importância, com um prazo apertado, evite ao máximo as horas extras.

Uma forma de controlar essa prática dentro da empresa é informando aos funcionários que apenas serão permitidas a realização de horas extras justificadas com antecedência ao respectivo gestor.

A adoção da prática de banco de horas também é uma boa alternativa para economizar com a realização de horas extras.

2. Estimule o bem-estar da equipe

Adotar medidas para melhorar a qualidade de vida e satisfação dos funcionários ajuda a aumentar o desempenho e a produtividade.

E, como é de praxe, uma maior produtividade melhora os resultados da empresa e sua saúde financeira.

3. Adote horário home office

Incentivar o trabalho em casa em alguns dias da semana também pode estimular a produtividade. 

Além de ser uma boa economia com vale-transporte e recursos como água e energia.

Mas, apesar de os custos desta modalidade de trabalho serem menores do que a modalidade presencial, é bom ficar atento às obrigações financeiras da empresa com o funcionário em home office.

4. Conte com o apoio da tecnologia

Atualmente existem diversos softwares de gestão para ajudar a coordenar melhor os departamentos e processos. 

Entre os benefícios dessas ferramentas estão a otimização do tempo e empenho da equipe, diminuindo a necessidade de se dedicar à atividades operacionais que não trazem tanto retorno para a empresa.

5. Procure antecipar o pagamento das contas e conseguir descontos

Alguns impostos governamentais oferecem descontos para quem faz o pagamento antes da data de vencimento.  

Procure negociar esses descontos também com fornecedores.

6. Faça uma boa gestão de estoque

Isso é importante para não comprar produtos sem necessidade ou perder a validade dos que estão em estoque. 

Além disso, favoreça as compras por atacado, que oferecem preços mais baixos e descontos maiores.

7. Aposte em ações de marketing nas redes sociais

A publicidade é um recurso importante para dar visibilidade ao seu negócio, portanto não deve ser cortada totalmente. 

Uma das dicas de economia para empresas é apostar no marketing digital, com foco nas redes sociais, que tem um custo mais em conta do que outros meios de comunicação.

Veja também:  5 cursos de gestão financeira empresarial online para se capacitar

8. Invista em medidas sustentáveis

Algumas ações medidas podem ajudar na redução de gastos na empresa. Como, por exemplo:

  • economizar luz, utilizando lâmpadas econômicas e orientando os funcionários a desligarem os computadores da tomada ao fim do expediente;
  • estar atento ao uso da água, realize campanhas de otimização do recurso;
  • minimizar o uso de copos descartáveis;
  • otimizar a gestão de resíduos.  

Como reduzir custos em pequenas empresas? 

As dicas para redução de gastos são as mesmas para qualquer empresa. Portanto, tudo que listamos anteriormente pode ser aplicado em pequenas, médias e grandes negócios. 

Entretanto, empresas de pequeno porte possuem equipes e processos mais enxutos, sendo possível dar mais atenção aos pequenos detalhes. 

Por isso, veja a seguir alguns pontos que merecem atenção e como economizar dinheiro na empresa.

1. Reavalie o seu regime tributário

O desconhecimento e a falta de informação podem gerar gastos tributários a mais para sua empresa. 

Portanto, verifique se o regime fiscal que está enquadrado é o mais adequado para o volume do negócio. Se necessário, conte com a ajuda especializada de um contador ou consultoria contábil.

Muitos empreendedores acreditam que alocar as suas empresas no Simples é a uma das formas de como economizar dinheiro na empresa. 

Entretanto, a aparente redução de gastos pode acarretar prejuízos no longo prazo e complicações com o fisco.

2. Analise os processos

A observação e pesquisa dos processos ajudam a detectar atrasos, gargalos e desperdícios. Dessa forma é possível tomar providências adequadas para corrigir os erros e diminuir os custos na empresa.

Para muitas empresas terem melhores resultados, não é preciso aumentar a quantidade de operações, mas sim otimizar a forma de atuação.

3. Mobilize a equipe na redução de gastos

Como estão inseridos nos processos, os funcionários podem ajudar a identificar desperdícios e falhas com mais facilidade. Bem como contribuir para alcançar as metas de redução de gastos da empresa.

Incluí-los na reestruturação dos processos pode, inclusive, ser um recurso motivador para os funcionários, que se sentem mais parte da empresa.

4. Negocie com os fornecedores

Antes de pensar em substituir um fornecedor por causa do alto preço do serviço ou produto, tente renegociar os valores. 

É sempre importante pensar que a qualidade é tão importante quanto o preço, portanto, os dois têm que ser levados em consideração.

Outra solução é ter mais de um fornecedor, pois a diversificação evita o risco de ficar sem produto em estoque ou sofrer com os preços altos.

Pronto para aplicar nossas dicas de redução de gastos na empresa? Aproveite para ler mais dicas de economia para empresas no nosso blog e reduza os gastos da sua companhia.

Carolina Crumo


Apaixonada por marketing e por aprender e poder compartilhar conteúdos que engajam e informam. Sou parte do time VExpenses e ajudo a construir um mundo mais empático através de soluções financeiras.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.